Criptomoedas no varejo: o que vem por aí com essa tendência?

Publicado em quarta, 01 junho 2022
Criptomoedas no varejo: o que vem por aí com essa tendência?

 

Um dos fatores primordiais para que um supermercado alcance bons resultados, em termos de experiência de compra, são as formas de pagamento permitidas pelo estabelecimento. Essa discussão se torna ainda mais importante neste momento, em que surgem novas alternativas, como a utilização das criptomoedas no varejo!

Embora o assunto esteja em voga há algum tempo, ainda existem muitas pessoas que não entendem o funcionamento das criptomoedas. Isso faz com que diversos mercados, como o próprio varejo, ainda não explorem todo o potencial da ferramenta.

O bitcoin é a primeira moeda a circular no mercado, por isso, é a mais conhecida e utilizada no Brasil e em todo o mundo. Contudo, existem mais de três mil tipos de criptomoedas.

Para os supermercados, permitir que os clientes usem criptomoedas para pagar pelos produtos pode significar uma série de vantagens competitivas. Não é à toa que na NRF 2022, maior evento de varejo do mundo, o pagamento com criptomoeda foi apontado como tendência para o setor.

Neste texto, você vai aprender o que são as criptomoedas e como elas funcionam, além das vantagens e obstáculos para o uso de criptoativos no varejo. Boa leitura!

 

O que são as criptomoedas e como elas funcionam

 

As criptomoedas são, basicamente, moedas digitais, sem uma materialização física. Entretanto, funcionam de forma parecida com o dinheiro físico, seja ele em cédulas de papel, ou mesmo o “virtual”, utilizado para pagamentos no débito ou crédito.

Se deseja comprar um produto, o consumidor, detentor de criptoativos, apenas troca a mercadoria por uma quantia de criptoativos.

Portanto, em tese, as criptomoedas são como qualquer dinheiro. Mas, na prática, existem diferenças impactantes. O pagamento por meio de cripto funciona a partir de transações em que as pessoas alocam as moedas em wallets, que são carteiras digitais.

Existe um código, chamado endereço BTS, que é exigido para fazer todas as transferências. Ele pode ser convertido para um QR Code, o que torna o processo, além de seguro, mais prático e rápido.

Outra diferença fundamental é que nas operações com criptomoedas existem menos intermediários. Esse tipo de moeda é totalmente digital e não é emitida por nenhum governo.

Também não é necessário o intermédio de um banco para fazer a transferência digital, por exemplo, como acontece no PIX e outros tipos de transações financeiras, com dinheiro comum.

Isso pode gerar uma série de vantagens para o varejo, como você verá neste texto!

 

Vantagens e oportunidades geradas pelas criptomoedas no varejo

Depois de entender o que são as criptomoedas, vamos abordá-las dentro do contexto varejista. Ao possibilitar que o cliente pague suas compras com criptoativos, um supermercado pode acessar diversos benefícios em termos financeiros, de gestão e marketing.

Saiba, agora, quais são as vantagens e oportunidades geradas pelas criptomoedas no varejo!

 

Transações menos burocráticas

As criptomoedas podem permitir que o varejo melhore seus resultados financeiros. Um dos principais motivos é a burocracia e as taxas que existem para realizar as operações convencionais, como pagamentos com cartão de crédito.

Ainda que seja um meio de pagamento amplamente utilizado, ele envolve diversos intermediários. Isso faz com que operações, realizadas em maquininhas de cartão, por exemplo, sejam muito mais caras e de difícil gestão.

Embora ainda não seja uma realidade palpável no momento, os criptoativos representam uma possível solução para este problema. Sem intermediários, como os bancos, as transações tendem a ser bem menos onerosas e mais práticas!

 

Mais segurança nas operações

Outro benefício das criptomoedas para o varejo é a segurança. As moedas são protegidas por blockchain, uma tecnologia que funciona como um livro-razão imutável. Ela faz o registro e o rastreamento dos ativos.

Esses ativos podem ser intangíveis, como direitos autorais e patentes, e tangíveis, como casas, carros, e claro, dinheiro. É possível que todos esses ítens sejam rastreados e negociados por meio de uma rede blockchain.

Esse processo gera informações imediatas que, entre outras funcionalidades, diminuem os riscos de fraude no processo de pagamento. As transações também se tornam mais transparentes, graças à velocidade com que as informações são compartilhadas!

 

Criptomoedas como estratégia de marketing

Abrir o varejo para as criptomoedas também funciona como estratégia de marketing. As pessoas que utilizam, investem e apoiam o uso de criptoativos são muito entusiastas, o que, de imediato, já atrai possíveis novos clientes pelo método de pagamento.

O público que utiliza criptomoedas também é cada vez maior. Ainda é importante ressaltar que, alcançar esses clientes, também vai gerar operações mais vantajosas, em função das questões econômicas já explicadas neste texto.

Abraçar os criptoativos, em um estágio ainda incipiente no varejo, pode criar importantes vantagens competitivas. O supermercado consegue atrair mais clientes no início do processo, e claro, estar mais preparado para o momento de afirmação da ideia no varejo!

 

Desafios para a implementação das criptomoedas no varejo

Embora existam possíveis vantagens, o uso de criptomoedas no varejo ainda precisa superar alguns desafios. Um deles é a legislação. Em nosso país, ainda há muita discussão sobre a regulamentação dos criptoativos.
Atualmente, a legislação considera as criptomoedas como bens, portanto, estão sujeitas à cobrança de imposto de renda. Para o trader Humberto Andrade, do Mercado Bitcoin, é necessário avançar nas pautas de regulamentação para que o mercado cripto evolua no Brasil.

Outro fator que dificulta um uso massificado das criptomoedas são as taxas da blockchain. As transações têm alto custo e a equação pode não ser muito vantajosa quando se trata de transações de menor valor.
A volatilidade dos criptoativos é outro fator que exige cuidado. As modas podem se valorizar ou apresentar quedas abruptas. Neste caso, é sempre muito importante ter atenção aos valores de mercado e fazer conversões da criptomoeda para a moeda nacional (real).


Criptomoedas no varejo: uma tendência em evolução

Os obstáculos ainda estão no caminho para a utilização das criptomoedas no varejo, contudo, a tendência é que o ativo se popularize no mercado. A tecnologia tem evoluído muito, o que pode promover a potencialização de todas as vantagens da moeda digital!

Oferecer uma forma de pagamento mais segura, prática e alinhada com o surgimento de uma nova tecnologia é uma ótima forma de atrair novos clientes. Depois de entender como as criptomoedas podem ajudar neste objetivo, você pode, também, conhecer formas de fidelizar os consumidores.

 

Saiba, neste texto, como o pós-venda ajuda a aproximar a relação de um supermercado com o cliente!

 

 

QUEM VIU ESTE ARTIGO TAMBÉM VIU

Newsletter

Faça parte da Comunidade VR! Receba dicas e conteúdos sobre supermercados

CONTATO MATRIZ
19 3442-7600 | 19 3701-6520
Plantão:
19 4040-4040 | 19 3442-7600

Ver Unidades

ENDEREÇO MATRIZ
Rua Narciso Gonçalves, nº 59
Jd. Cidade Universitária
Limeira-SP | CEP 13484-646

Ver Unidades