Pricing no varejo: estratégia de precificação

Publicado em quarta, 28 julho 2021
Pricing no varejo: estratégia de precificação

Você sabe como estabelecer um método de precificação no seu supermercado? Leva em consideração a relação entre custo e margem de lucro? Acompanha os valores praticados na concorrência?

Na realidade, a resposta está em estabelecer uma política de pricing no varejo, garantindo que o preço do produto seja atrativo para o consumidor, lucrativo para o negócio e que seja um diferencial competitivo perante a concorrência.

Mas, como estabelecer a perfeita harmonia em meio a toda essa equação? É o que mostraremos na sequência de hoje, explicando as peculiaridades do pricing no varejo e como um software de gestão pode simplificar esse processo. Boa leitura!

Afinal de contas, o que é e como funciona o pricing no varejo?

O pricing, termo que dá vida ao termo “precificação”, consiste em um conjunto de estratégias para definir o valor do produto.

Neste contexto, sabe aquele preço que você enxerga na etiqueta do produto? Por trás daqueles números existem cálculos e estudos de informações que levam em consideração parâmetros, como categoria, concorrência, custos e perfis de consumo.

Portanto, o pricing no varejo significa lançar o valor nos produtos de forma estratégica, respeitando diversas variáveis. Essa definição não é fácil, mas ferramentas tecnológicas são capazes de dar celeridade a este processo, deixando-o mais otimizado.

Quais os indicadores compõem uma estratégia de pricing no varejo?

Nós chegamos a adiantar alguns pontos que são levados em consideração na hora de consolidar o pricing no varejo. Entretanto, vamos detalhar mais algumas diretrizes respeitadas nesse processo. Veja abaixo!

-Estudo sobre valores: consiste em avaliar o cenário e a concorrência para manter a competitividade;

-Preço: é o valor final que será pago pelo consumidor final;

-Categorias: divisão dos produtos conforme os frequentemente mais vendidos, os que são adquiridos na impulsividade ou por conveniência;

-Níveis de precificação: estabelecer graus de precificação para cada perfil de produto;

-Promoções: técnicas atreladas ao pricing para aumentar as vendas por meio de descontos e outros atrativos para os potenciais clientes;

-Margem de contribuição: consolidação da margem de preço, respeitando a estrutura logística e mercadológica prevista no processo de comercialização.

Saiba como funciona o processo de precificação

Existem cinco diretrizes básicas que ajudam a compreender o processo de precificação. Veja quais são elas!

-Markup: tem relação com a soma do custo mais a margem do lucro desejada. Neste aspecto, entram variáveis como logística, armazenagens e impostos;

-Abordagens de precificação: é a abordagem econômica que leva em consideração os preços conforme os custos, ou de mercado, seguindo com base nos valores da concorrência;

-Estratégias de precificação: técnica linkada com um viés de posicionamento de marca, que passa por ações como preço baixo todo dia e promoções específicas para cada segmento;

-Área de pricing: equipe responsável por analisar as mais diversas estratégias para chegar, de forma estratégica, aos melhores preços para o mercado;

-Análise da concorrência: é importante definir como o estabelecimento vai se posicionar dentro do setor de atuação. Em outras palavras, a marca vai investir na oferta de mais volume com preços mais baixos, ou trabalhará com valores mais elevados, deixando claro o diferencial competitivo do produto.O que pode não dar certo na sua estratégia de pricing?

Um dos pontos que pode sabotar seu planejamento é não dispor de dados confiáveis do mercado.

Muitos varejistas não analisam minuciosamente o cenário onde estão inseridos e aplicam suas estratégias baseados em achismos, comprometendo os resultados da ação.

Além disso, leilão de preços com os concorrentes, experiência de compra ruim e um mau atendimento podem prejudicar a imagem da loja, impactando negativamente no volume de receita.

Também é importante lembrar que é essencial padronizar a análise e implementação de uma estratégia de pricing no varejo.

Um mesmo planejamento não é válido para um amplo leque de produtos, pois este tipo de ação exige personalização e uma adaptação a necessidade de cada perfil de negócio.

Como o software de gestão pode descomplicar o conceito de pricing no varejo?

Como vimos até aqui, a análise criteriosa de vários indicadores é essencial para definir um pricing no varejo condizente com a sua proposta de mercado e posicionamento de marca.

Entretanto, também é perceptível que o volume de dados a serem analisados é grande, o que pode se tornar um árduo desafio e até mesmo atrasar esse estudo do seu segmento de atuação.

Porém, a boa notícia é que existem ferramentas tecnológicas para ajudar as empresas a fazerem essa leitura de mercado de maneira assertiva e mais dinâmica.

A VR Software possui sólida expertise em implementar soluções especializadas em sistemas de gestão, inovação e tecnologias que simplificam as operações no varejo.

Conheça nossas soluções e fale com um de nossos consultores.

QUEM VIU ESTE ARTIGO TAMBÉM VIU

Newsletter

Faça parte da Comunidade VR! Receba dicas e conteúdos sobre supermercados

CONTATO MATRIZ
19 3442-7600 | 19 3701-6520
Plantão:
19 4040-4040 | 19 3442-7600

Ver Unidades

ENDEREÇO MATRIZ
Rua Narciso Gonçalves, nº 59
Jd. Cidade Universitária
Limeira-SP | CEP 13484-646

Ver Unidades